Pesquisa descobriu novos compostos na própolis orgânica paranaense

Pesquisa descobriu novos compostos na própolis orgânica paranaense

pesquisa-descobriu-novos-compostos

Já faz muitos anos que os benefícios da própolis são conhecidos pelos seres humanos. Mas, uma pesquisa descobriu novos compostos na própolis orgânica paranaense, comprovando ainda mais ativos do que se imaginava.

O estudo envolvendo pesquisadores brasileiros das Universidades de São Paulo (USP), Campinas (Unicamp) e Federal de Alfenas (Unifal) foi publicado na revista científica inglesa Natural Product Research. A pesquisa foi realizada com amostras da empresa Breyer Produtos das Abelhas e identificou quatro novos compostos na própolis orgânica produzida no Paraná. 

Nesse sentido, a descoberta garante ao produto uma melhor atividade antioxidante e anti-inflamatória na comparação com os de outras regiões. Algo extremamente importante de acordo com o pesquisador responsável, professor pós-doutor Severino Matias de Alencar, da USP. 

Essa melhor ação é creditada às lignanas: lariciresinol, secoisolariciresinol, matairesinol e balajaponina D, relatadas pela primeira vez em amostras de própolis. Além delas poderem ser usadas como marcadores químicos para fins de padronização e rastreabilidade, também podem servir como fator de autenticação de produtos. Desta forma é muito útil do ponto de vista prático devido ao crescente interesse por esta variante única da própolis.

Quer acessar a pesquisa? Clique aqui.

Conheça, também, os produtos Propolina, feitos com extrato de própolis.

Tags: , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *